11 de abril de 2018

Esquenta para a SPFW 2018!



Estamos no esquenta para a edição da SPFWN45 - 2018, que acontecerá entre os dias 22 - 26/04. 

E como sempre, cada desfile promete uma surpresa, novidade e um show de criatividade e muito talento por parte dos seus criadores. 

Mas enquanto essa hora não chega, eu resolvi trazer para vocês um 'vale a pena ver de novo', da última edição, primavera/verão, que foi uma edição que me marcou muito, pela diversidade nas passarelas, na paleta de cores, e na pluralidade de criações. Bora conferir? 


  • RATIER
Ratier, é uma marca com direção criativa de Renato Ratier, e teve como styling Vivi Rivaben. Duas artistas foram convidadas para fazerem intervenções nas roupas: Adriane Lisboa e Sophia Viese. A marca evolui em seu trabalho com DNA super urbano. Nesta temporada, Renato pegou uma ideia e soube aproveita-la ao máximo, usando formas geométricas que remetem a paisagens desconstruídas com elementos do piche e das ruas.
*fotos por: Zé Takahashi - Marcelo Soubhia - ffw*

  • RESERVA
A queridinha de muitos, esteve de fora da semana de moda por um bom tempo, mas quando retornou, mostrou para que veio. Com styling assinado por David Pollack, e estilo de Igor de Barros. A Reserva fez uma apresentação no último dia de SPFW, mostrando sua roupa masculina funcional e que cumpre seu papel. 
*fotos por: Zé Takahashi - Marcelo Soubhia - ffw*

  • VITORINO CAMPOS
Vitorino Campos, é daquela marca cult que você gosta só de bater o olho, por ser clássica e atemporal, e simples, mas não simplória. O cenário assinado pelo próprio Vitorino, e os demais diretores Natalia Trocoli e Hussein Jarouche, fizeram com que a fotografia de Hick Duarte, transparecesse todo um mix de sensações e sentimentos. O styling é do Michael Vendola.
*fotos por: Zé Takahashi - Marcelo Soubhia - ffw*
  • LAB
Emicida e Evandro Fióti, são os coordenadores dessa coleção. o styling  é de Paulo Martinez. Esse é apenas o terceiro desfile da Lab no SPFW, em poucas edições, eles se tornaram uma sensação ao mostrar uma moda em que ecoa a voz das ruas e da galera que acompanha os meninos em suas incursões pela cultura brasileira.
*fotos por: Zé Takahashi - Marcelo Soubhia - ffw*
  • JOÃO PIMENTA
A dualidade entre o bem e o mal foi o ponto de partida para a coleção de João Pimenta. Um desfile todo elaborado em três cores: o branco representa o céu, o vermelho simboliza o inferno e o cinza, o espaço transitório entre ambos. Styling de Heleno Manuel, e direção de Bill Macintyre.
*fotos por: Zé Takahashi - Marcelo Soubhia - ffw*

Animados para a edição desse ano? Lembrando que a edição que se aproxima abre as passarelas para as coleções de outono/inverno.

Aproveita e nos acompanhe também em nossas redes sociais, facebook instagram.

Por hoje é só, pessoal! (rs)
Até a próxima.
Abraços do Brum.


Vinícius Brum
Colunista

Nenhum comentário:

Postar um comentário